domingo, 4 de maio de 2014

João Gonçalves Zarco (620 anos do nascimento)


João Gonçalves Zarco
(Leça da Palmeira (ou Tomar) 1394 — 1467, Funchal) foi um navegador e fidalgo português da Casa do Infante D. Henrique. Comandante de barcas, descobriu a ilha de Porto Santo (1418), com Tristão Vaz Teixeira; depois a ilha da Madeira, com Bartolomeu Perestrelo (1419).
Neto do Vedor da Fazenda de D. João I (1385-1433), João Afonso, foi armado cavaleiro pelo próprio Infante D. Henrique, a cujo lado combateu na tomada de Ceuta. Zarco não era, realmente, o seu apelido de família, e sim uma alcunha, derivada, segundo a lição etimológica de José Pedro Machado, da expressão árabe zarka, que pode ser interpretada como aquele que tem olhos azuis. Tem igualmente o sentido de zarolho e de facto consta que ele era cego de um olho.
Faleceu em idade avançada no Funchal, por volta de 1467, vindo a ser sepultado na Capela de Nossa Senhora da Conceição, que ele próprio mandara edificar em 1430, e onde os seus restos ainda repousarão, muito embora o mausoléu tenha sido demolido, em 1768, a pedido da abadessa do Convento de Santa Clara, no qual fora, entretanto, integrada a pequena capela quatrocentista.



Selo colocado em circulação a 06/03/1990


Sem comentários:

Enviar um comentário

Outras mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...