sábado, 23 de setembro de 2017

Raul Maria Pereira


No centro histórico de Lima (Peru), classificado pela UNESCO como Patrimónios da Humanidade, um dos edifícios emblemáticos é a Casa de Correos y Telégrafos. Esta construção de estilo neo-renascentista é também conhecida como Pasage “Carmen” ou del Correo por ser uma monumental arcada coberta por uma estrutura de ferro e vidro, com quase 100 metros de largura, que, aquando da sua inauguração, em 1939, ligava as ruas de Palácio e Rincón de Santo Domingo. Esta notável obra arquitectónica é da autoria do luso-peruano Raul Maria Pereira, nascido em 1877, em Sabrosa (Vila Real), vindo a falecer em 1933, no Hospital Maison de Santé, em Lima.
Com 13 anos de idade matriculou-se na Academia de Belas-Artes do Porto, cidade onde veio a conhecer o Visconde de São João da Pesqueira, que lhe reconheceu o talento como pintor e lhe possibilitou, em 1903, a ida para Itália, onde frequentou os cursos da Academia de Roma. Nos quatro anos seguintes visitou Florença, Atenas, Istambul, Budapeste, Viena, Munique e Paris. Em 1907, antes de partir para o Equador, aceitando o convite para leccionar na Escola de Belas-Artes de Quito, passou por Portugal, onde retribui o apoio que recebera de seu mecenas com a oferta de vários retratos – a sua maior especialidade enquanto artista plástico – de membros da família. Algumas dessas obras pertencem hoje ao Museu Nacional de Soares dos Reis, do Porto. Na América do Sul, além de ser professor, encetou a sua actividade como arquitecto, sendo o autor do edifício, inaugurado em 1908, onde actualmente se encontra o Ministério da Defesa do Equador. Em 1911 foi nomeado cônsul de Portugal, do Brasil e dos Estados Unidos neste país.
No entanto, pouco depois mudou-se para Lima, sendo nomeado, em 1922, cônsul de Portugal no Peru. Casado com a filha do Presidente Augusto Leguía (1863-1932), transformou a sua casa num verdadeiro museu.
Também o Correo Central de Lima alberga agora o Museo Postal y Filatélico e a Pasage é um lugar de referência para os filatelistas de todo o mundo, em particular dos peruanos e sul-americanos.
As relações bilaterais entre Portugal e o Peru, que sempre foram cordiais, são agora reforçadas pela emissão conjunta deste selo evocativo do pintor e arquitecto Raul Maria Pereira no ano em que se comemoram 130 anos do seu nascimento.


Dados Técnicos:



Obliterações do 1º dia em:
Oblitérations du 1er jour à:
First day obliterations in:
LISBOA / PORTO / FUNCHAL / PONTA DELGADA
Emissão / émission / issue:
2007/08/10
Selos / timbres-poste / stamps:
€ 0,75 – 230 000
designer: Francisco Galamba
fotos/photos: Família Artº Raul Maria Pereira
papel / papier / paper: 110 g/m2
formato / format / size: 30,6x40 mm
picotagem / dentelure / perforation: 13 x 13 3/4
impressão / impression / printing: offset
impressor / imprimeur / printer: Cartor
Folhas / feuilles / sheets:
Com 50 ex. / avec 50 ex. / with 50 copies
Sobrescritos de 1º dia / enveloppes du 1er jour / FDC:
C6 - € 0,55
Pagela / brochure:
€ 0,70

Sem comentários:

Enviar um comentário

Outras mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...